“Os surdos não deve continuar sendo uma população invisibilizada”, Lucília Lopes

A Live 25 da Web TV Undime Bahia, trata da concepção de Educação Especial para a Política Curricular nos Municípios da Bahia e na oportunidade a Professora Lucília Lopes, ratificou quanto as redes de ensino precisam melhorar o atendimento para esta modalidade, assegurada na forma da Lei, todavia, continua longe de ser garantida.

“A linguagem de sinais se configura como uma língua e muitas das vezes os profissionais de educação não tem esta compreensão na sua totalidade, uma vez que a linguagem é ampla e compreende a totalidade de outros fatores que suplantam a possibilidade de manter a comunicação com os surdos mudos”, destaca.

“A capacidade de aprender uma língua é inata ao ser humano e por isso, a nossa língua de sinais não é substitutiva, precisa ser garantida enquanto política linguística da educação de estudantes surdos, para que estes cidadãos de direito, sejam inclusos na sociedade”, ressalta.

Professora Maria Lucília da França Lopes – Possui Mestrado em Linguística pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB e Especialização em Administração Escolar: Gestão Participativa pela Universidade Estadual de Santa Cruz/UESC. Graduada em Filosofia pela UESC e em Letras pela UNOPAR.

Possui certificação nível superior em Tradução e Interpretação de Libras/ Português, Português/Libras pelo MEC/UFSC e Uso e Ensino de Libras também pelo MEC/ INES/ UFSC realizado por meio do exame Prolibras.

Atualmente é professora assistente da área de Libras do Departamento de Letras e Artes da UESC. É coautora da obra Educação e Inclusão: Desafios e Possibilidades para a pessoa surda.

Tem experiência na área de ensino de Libras para pessoas ouvintes e surdas, ensino de português como segunda língua para surdos, produção de material didático para ensino de Libras e política e organização de Associações de Surdos, alfabetização de crianças ouvintes, gestão de Centros de Atendimento Educacional Especializado, atendimento educacional especializado, organização de eventos na área de Educação Especial na Perspectiva Inclusiva, Movimento Surdo e Formação de Professores. Atuando desde o ano de 2001 em educação de pessoas surdas e ensino de Libras.

Durante toda as falas, dois profissionais tradutores, contribuíram com a Live.

Deixe um comentário

Facebook
YouTube
Instagram