Undime e Uncme encabeçam diálogo sobre fortalecimento de Sistemas Municipais

Na manhã desta sexta-feira (23), a Undime Seccional Bahia e Uncme Bahia, realizaram uma reunião conjunta para tratar da necessidade de fortalecer o funcionamento dos Sistemas Municipais de Ensino.

As situações são as mais diversas no estado da Bahia. Embora a maioria absoluta de municípios tenham formalizado seus Sistemas com Lei específica, nem todos conseguem fazer valer o princípio desta norma, com o funcionamento efetivos dos Conselhos Municipais de Educação.

Participaram da reunião pela Undime, o Presidente e o Vice-presidente Williams Panfile Brandão e Raimundo Pereira, Acácia Barbosa, Ângelo Dantas e Renê Silva. Pela Uncme participaram a professora Gilvânia Nascimento – Coordenadora Estadual e a professora Alda Pepe.

“Nosso desafios é grande e continuado, pois independente de termos Sistemas instituídos na forma da lei, se eles não funcionarem, não estaremos atendendo às reais necessidades de município que deve deliberar sobre suas redes”, destaca o Professor Williams Penfile.

Para o Professor Raimundo Pereira, “precisa existir um diálogo constante entre executivo e legislativo, no caso de municípios que ainda não tem seus Sistemas instituídos, uma vez que um Projeto de Lei precisa tramitar na Câmara de Vereadores e depois de aprovado, ser sancionado”.

“A cada dia que passa percebemos o quanto é importante e necessário que nossas instituições funcionem bem. Neste momento de pandemia isso fica cada vez mais claro e os movimentos propostos pela Undime estão explicitando isso”, ressalta Renê Silva.

A Professora Acácia, enfatiza que “somente quando os envolvidos no processo tiverem ciência de suas responsabilidade e da importância que eles têm para a garantia da educação de qualidade, as melhoras efetivamente acontecerão”.

“Sabemos o quanto alguns municípios são carentes de profissionais que tenham a capacidade de entender o processo e manter um diálogo com suas redes e territórios, por o papel importante da Undime neste momento, que ao lado da Uncme, procura subsidiar aqueles que necessitam”, ratifica Ângelo Dantas.

A Professora Gilvânia Nascimento, endossa que “as relações de diálogo são fundamentais para que as redes entendam o quanto é importante ter seus Sistemas funcionando bem, pois são os municípios que entendem quais suas reais necessidades e podem deliberar sobre elas”.

“Não dá para deixar o outro falar por nós. As dificuldades e desafios são nossas, portanto, precisamos nos debruças sobre essas pautas e fomentar cotidianamente o funcionamento dos Conselhos Municipais de Educação”, indica a Professora Alda.

Deixe um comentário

Facebook
YouTube
Instagram