“Vários são os desafios de compreensão sobre educação especial”, Lucília Lopes

Os princípios constitucionais de condições de acesso e permanência na escola, e garantia de padrão de qualidade prevista no art. 206, I e VI, CF, devem ser efetivados de maneira igualitária para todos os alunos, e, por tal razão, a legislação pátria prevê a existência de profissionais de apoio para atenderem especificamente aos alunos público alvo da educação especial, seja com relação à parte pedagógica (professores com formação em educação especial), seja com relação a cuidados físicos (cuidadores).

A Professora Lucília Lopes, uma das convidadas da Undime para participar da 17ª Edição da Web TV da Undime Bahia, contribui sobre a temática em meio a este período pandêmico.

“Os professores de referência precisam atentar para algumas potencialidades, que muitas vezes apressados nos conteúdos e com salas de aula cheias, nem sempre conseguem perceber o quão importantes eles são para estas pessoas”, destaca.

O artigo 59 da LDBEN – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, ressalta que os sistemas de ensino assegurarão aos educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação: I – currículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização específicos, para atender às suas necessidades;

“Neste artigo percebemos a necessidade da presença do professor colaborativo, que não sejam auxiliares, nem cuidadores, como temos atualmente”, acrescenta.

Professora Lucília Santos da França Lopes, Mestra em Linguística, Professora Assistente do Departamento de Letras e Artes da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Secretária da Associação de Surdos de Ilhéus. Intérprete de Libras.

A coordenação da Live será do Prof. Renê Silva, Coordenador de Projetos da Undime Bahia. Teremos também a participação e acompanhamento da equipe técnica da Undime Bahia com a Profa. Fernanda, Profa. Eronize Lima, Profa. Zuma Castro.

Deixe um comentário

Facebook
YouTube
Instagram