“As discussões sobre referenciais curriculares, precisam atender as peculiaridades”

O Coordenador do Programa Programa de (Re)elaboração dos Referenciais Curriculares nos Municípios Baianos, Renê Silva, destacou a importância da ação lançada nesta sexta-feira (08), que segundo ele, certamente já é um indicativo de maior grandeza no país, sobre a formação de equipes municipais.

“Nós realizamos uma escuta recente aos municípios e nos acendeu a luz vermelha, sinalizando o alerta, o que nos provocou maior envolvimento nesta ação, nos fazendo buscar parceiros para efetivamente nos debruçarmos sobre esta pauta que é urgente”, destaca.

Ao fazer a apresentação de toda a organização pedagógica do trabalho que será desenvolvido, da equipe de especialistas e formadores que orientarão e acompanharão os municípios bem como as primeiras orientações para início das atividades, Renê ratifica que os números levantados ratificam a urgência desta ação.

“Ouvimos todos os 417 municípios baianos e na oportunidade:

35 deles, nos disseram que desejam aderir o DCRB – Documento Curricular Referencial para Bahia na sua totalidade;

281 indicaram que desejam aderir ao DCRB, sem deixar de garantir as adaptações territoriais e locais;

60 disseram que já estão em fases e estágios diversos, elaborando seus referenciais;

31 deles, pontuaram que ainda não sabia responder o que iam fazer.

Deixe um comentário

Facebook
YouTube
Instagram