Undime Bahia inicia com seus parceiros a formação dos Formadores de Núcleos do programa dos PPPs

O PPP define a identidade da escola e indica caminhos para ensinar com qualidade. Pensando nisto a Undime Bahia, em parceria com a FACED – UFBA, UNCME e Itaú Social, propõe às escolas das redes municipais da Bahia, o Programa de (Re)Elaboração dos Projetos Políticos Pedagógicos e nesta terça-feira (19), o primeiro encontro de formação da equipe, intitulados de Formadores de Núcleos Formativos, que irão dialogar com os Comitês Locais sobre o processo de formalização e execução do trabalho.

Toda escola tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. O conjunto dessas aspirações, bem como os meios para concretizá-las, é o que dá forma e vida ao chamado projeto político-pedagógico-PPP.

  • É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado período de tempo.
  • É político por considerar a escola como um espaço de formação de cidadãos conscientes, responsáveis e críticos, que atuarão individual e coletivamente na sociedade, modificando os rumos que ela vai seguir.
  • É pedagógico porque define e organiza as atividades e os projetos educativos necessários ao processo de ensino e aprendizagem.

Ao juntar as três dimensões, o PPP ganha a força de um guia, que indica a direção a seguir não apenas para gestores e professores mas também funcionários, alunos e famílias (comunidade escolar). Ele precisa ser completo o suficiente para não deixar dúvidas sobre essa rota e flexível o bastante para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos alunos.

O PPP se configura numa ferramenta de planejamento e avaliação que  todos os membros das equipes gestora e pedagógica devem consultar a cada tomada de decisão. 

Deixe um comentário

Facebook
YouTube
Instagram