Presidente da Undime Bahia externa preocupação com ausência de posição formal sobre piso nacional

O Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério sempre foi calculado com base no crescimento percentual dos valores mínimos do Fundeb de dois anos anteriores, todavia com a aprovação do Novo Fundeb, o Ministério da Educação ainda não indicou se as regras seguirão às mesas ou serão alteradas.

O DME de Itaparica e Presidente da Undime Seccional Bahia, Raimundo Pereira, destaca que esta dúvida segue incomodando os município que precisam de uma resposta formal para deliberar seu planejamento para o ano.

“Muitos municípios já fazem o pagamento dos profissionais do magistério, agora no mês de janeiro e inclusive, eles estão nos perguntando sobre o reajuste que ainda não foi deliberado pelo Ministério da Educação”, destaca o Professor Raimundo.

A base de cálculo do reajuste são formalizados por meio de portarias interministeriais. “A Undime Nacional já realizou diversas solicitações e aguarda a posição oficial do MEC que ainda não aconteceu. Vamos aguardar!”.

Deixe um comentário

Facebook
YouTube
Instagram