Sobradinho recepciona Presidente da Undime em Encontro Territorial

A Secretariam Municipal de Educação de Sobradinho, realizou a I edição do Encontro IntegrAção Territorial de Dirigentes Municipais de Educação do Sertão do São Francisco.

O encontro aconteceu em parceria com a União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), nesta quinta-feira (02), no Memorial da CHESF.

Estiveram reunidos, além de gestores escolares das redes municipal, estadual, particular e filantrópica de Sobradinho, os Dirigentes Municipais de Educação e Técnicos das Secretarias e outros representantes de 09 cidades que compõem o Território de Identidade.

A mesa de abertura do evento foi composta pela anfitriã e coordenadora do Território Sertão do São Francisco na Undime, Ducilene Kestering, pelo presidente da UNDIME Seccional Bahia, Professor Raimundo Pereira, Chefe de Gabinete, Joselito Santos Macedo, ex-prefeito de Sobradinho, Luiz Vicente Berti e sua esposa, Fernanda de Cássia, Secretária de Educação de Remanso, além dos palestrantes convidados, Professores Celito Kestering e Lucas Santiago.

O encontro teve objetivo de integrar dirigentes de Educação e suas equipes técnicas para um diálogo em torno das inquietações e planejamentos, a Secretaria de Educação realizou o evento junto à Undime com o apoio incondicional do Prefeito Cleivynho Sampaio.

“A ideia visa a de experiências, efetivação de uma gestão de excelência em nossos municípios que garanta a todos os nossos estudantes o direito à aprendizagem. Então, estamos felizes por receber os dirigentes e técnicos de Pilão Arcado, Sobradinho, Canudos, Campo Alegre de Lourdes, Remanso, Casa Nova, Sento-Sé, Curaçá e Juazeiro. Acolher o nosso presidente da Undime-BA, Professor Raimundo e nossa secretária executiva, Sônia Magaly foi muito gratificante e trouxe-nos a certeza do compromisso firmado entre a Undime-BA e o Território na defesa da Educação da Bahia”, disse Dulcilene Kestering.

A DME também falou da importância da participação da Undime no evento, que possibilizou o fortalecimento do vínculo com os municípios. “O presidente da Undime-BA ouviu as demandas dos representantes dos municípios, fortalecendo vínculos de avizinhamento e possibilitando-nos orientações para unidade no enfrentamento dos desafios provocados pela suspensão das aulas presenciais. O Território de Identidade não parou, todavia, sabemos que as lacunas são grandes e as desigualdades sociais aumentaram. Assim, a escuta favorece as trocas de experiências, união e integração em torno de um retorno bem planejado e articulado, apesar das especificidades de cada município presente. Estamos juntos na luta por uma educação de qualidade social e saímos mais fortalecidos por entender que, apesar da diversidade, dos municípios terem muitos problemas em comum, a escuta foi importante para fazermos uma gestão de excelência. Então, conhecer melhor a missão do dirigente de Educação e entender seu papel social no campo da educação, é indispensável para que a nossa gestão seja ideal para causar resultados pretendidos,” concluiu Ducilene.

“Em encontros como esse, temos a possibilidade de ouvir relatos de experiências exitosas. Além disso, podemos através do debate conjunto, descobrir como de fato produzir, mesmo em tempos de pandemia, uma educação pública gratuita, equitativa, inclusiva e de qualidade social para todos. Portanto, a UNDIME está hoje aqui para poder, junto aos municípios do território, mobilizar, integrar e implementar políticas públicas voltadas para o aluno, pois acreditamos que ninguém faz educação sozinho, pelo contrário, ela é feita literalmente por parcerias, e quando temos um coletivo, a experiência exitosa de um município acaba sendo referência para o município vizinho”, afirmou Raimundo Pereira, presidente da UNDIME Seccional Bahia.

Os palestrantes destacaram a importância do papel dos educadores dentro do processo de descoberta e construção da identidade no mundo do educando e como as relações humanas devem ser valorizadas.

Fonte | Foto: Ascom PMS

Deixe uma resposta

Facebook
YouTube
Instagram