“As escolas já produzem currículos nos seus fazeres cotidianos” Benedito Eugênio

Durante a 24ª Live Formativa da Undime Bahia, o Professor Benedito Eugênio, destacou durante sua fala sobre a importância da abordagem da EPJAI nos Referenciais Curriculares dos Municípios da Bahia, que as escolas são na sua essência produtoras de currículos.

“Não podemos perder de vista que o nosso fazer pedagógico, é eminentemente o fazer construtivo de currículos, todavia, em vários momentos estes currículos não atendem mais as nossas necessidades e por isso esse movimento que estamos vivenciando na Bahia”, destaca.

Ele lembra que a EJA é uma Modalidade da Educação Básica e portanto, o olhar dos profissionais envolvido nesse processo precisa ser libertatório, uma vez que “vivemos um empresariamento da educação pública brasileira”, destaca.

O Professor Benedito Eugênio ainda acrescenta que na primeira versão da BNCC a EJA não está presente. “Um grande movimento questionou o porque a EJA não estava presente e por isso precisamos perceber que estas lacunas existem e temos um papel fundamental nesse processo libertário”.

A Educação de Pessoas Jovens, Adultas e Idosas e as Lacunas na BNCC: a importância da abordagem da EPJAI nos Referenciais Curriculares dos Municipais Baianos Benedito Gonçalves Eugênio, Possui graduação em licenciatura em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (2002), graduação em Licenciatura em Letras pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (2010), mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2004) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2009).

Atualmente é professor Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Deixe uma resposta

Facebook
YouTube
Instagram