pesq...">
Home / Notícia / Pesquisa Datafolha
PESQUISA REALIZADA EM TODO PAíS INDICAM O INTERESSE DO BRASILEIRO COM A EDUCAçãO
Publicação: 30/10/2018

Educação está em alta. Segundo uma pesquisa recente do Datafolha feita com mais de duas mil pessoas de 129 municípios do Brasil, 80% dos brasileiros afirmam ter muito interesse em reportagens e notícias sobre o tema. No ranking dos interesses da população, pertecentes a todas as classes sociais, o assunto ficou a frente de saúde (78%), cultura (54%) e economia (45%). Ao mesmo tempo, nem sempre fica claro para o público o significado dos termos sobre educação.

“A percepção da importância da educação acompanhou o maior espaço (e qualidade) que a mídia passou a dedicar ao tema nos últimos tempos”, avalia Anna Helena Altenfelder, presidente do Conselho de Administração do CENPEC – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária.

A ótima notícia, porém, vem com esse alerta de que é preciso estender o debate educacional para a maior parte da população. “Educação é um campo hermético. Às vezes nos expressamos por siglas como se elas fossem de conhecimento de todos, ou com termos muito conceituais e próprios de quem está no campo. Nós, educadores, também temos que pensar em como estamos nos comunicando”, afirma a especialista.

Para que não reste mais dúvidas no significado de “inovação educativa” ou “BNCC”, resolvemos explicar estes e outros termos sobre educação que frequentemente aparecem em notícias. Confira e aproveite para salvar essa matéria nos seus favoritos para que ela seja uma fonte rápida de consulta.

Aprendizagem por projetos (PBL, sigla do inglês Project-Based Learning)

Metodologia que agrega conteúdo curricular a problemas ou desafios baseados em experiências reais e práticas da escola e da vida cotidiana. Seguindo uma sequência programada previamente pelos professores, os estudantes se tornam protagonistas de suas aprendizagens, trabalhando em equipes para o desenvolvimento de um projeto ou produto final. Para saber mais sobre as vantagens e a forma de trabalhar uma aprendizagem por projetos, confira esse infográfico do Porvir.

Aprendizagem no território

Tem a ver com a ampliação dos espaços de aprendizagem para além da sala de aula e dos muros da escola. É a sistematização de algo que já acontece fora do ambiente escolar. Os estudantes aprendem com aula de piano na igreja, com o vizinho que constrói uma cadeira, com um grupo do bairro que se reúne para realizar ações ecológicas, com o blog que outro estudante criou para compartilhar angústias. Isso sem contar as vivências em museus, praças e quadras esportivas. Veja mais dicas de como transformar o território em espaço de ensino.

Base Nacional Comum Curricular (BNCC)

Documento de caráter normativo que define um conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo da Educação Básica, visando a formação humana integral e a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva. Como definido na Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB/1996), a Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino e as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil. É possível saber mais detalhes sobre a BNCC no site do Ministério da Educação.

Classes multisseriadas

Forma de organização do ensino na qual uma mesma sala de aula é formada por alunos de diferentes idades e níveis de conhecimento, normalmente na etapa do Ensino Fundamental. O estímulo ao aprendizado com pares (de estudante para estudante) e a mediação do professor são fundamentais para o bom funcionamento dessa formação. Saiba mais sobre os desafios das classes multisseriadas.

Competências socioemocionais

As competências socioemocionais incluem um conjunto de habilidades de uma pessoa para lidar com as próprias emoções, se relacionar com os outros e gerenciar objetivos de vida, como autoconhecimento, colaboração e resolução de problemas. Essas competências são utilizadas cotidianamente nas diversas situações da vida e integram o processo de cada um para aprender a conhecer, aprender a conviver, aprender a trabalhar e aprender a ser, como é explicado na entrevista da especialista em educação, Tonia Casarin.

Educação inclusiva

Segundo a definição da UNESCO, é o processo de fortalecimento do sistema de educação como um direito humano fundamental e base para uma sociedade mais justa e igualitária. Escolas inclusivas estão baseadas em uma pedagogia centrada no aluno, capaz de educar com sucesso todas as crianças, inclusive aquelas em territórios isolados ou com desvantagens e incapacidades graves. Seu estabelecimento é um passo crucial para ajudar a mudar atitudes discriminatórias, para criar comunidades acolhedoras e para desenvolver uma sociedade inclusiva.

Educação integral

É comum pensar que educação integral tem a ver com manter o aluno na escola em período integral. Mas, independente da carga horária, educação integral está relacionada a processos formativos que buscam o desenvolvimento de indivíduos em suas múltiplas dimensões – física, intelectual, social, afetiva e simbólica. Entenda mais sobre o conceito no Centro de Referências em Educação Integral.

Ensino Híbrido

Modelo de educação formal que combina aulas presenciais e atividades online, nas quais o aluno exerce autonomia ao controlar o próprio ritmo e maneira de aprender. Os momentos online e individuais são complementados com elementos típicos da educação offline, como trabalho em grupo, leituras, debates e atividades mão na massa. Longe de ser apenas tendência, o ensino híbrido está mais perto das escolas brasileiras do que você imagina.

Formação continuada

Normalmente aplicado à professores, o conceito se relaciona a um processo permanente de aperfeiçoamento dos saberes necessários à atividade profissional. Embora não descarte a necessidade de uma boa formação inicial, as rápidas mudanças pelas quais o mundo passa faz com que a formação continuada do professor seja ainda mais fundamental, uma vez que é somente através do estudo, da pesquisa, da reflexão sobre a prática e do constante contato com novas concepções que é possível promover transformação. Veja como a plataforma Escolas Conectadaspode ajudar o educador nesse aperfeiçoamento.

Gamificação

Vem do termo inglês game e significa a utilização de elementos típicos de jogos, como missões, estratégias e recompensas, em outros contextos. Na educação, a estratégia busca na interatividade e na criatividade estimulada pelos videogames uma maneira de engajar os alunos, despertar interesse e participação e contribuir com o desenvolvimento da criatividade e da autonomia.

Gestão democrática

Apontada pela Constituição Federal de 1988 como um dos princípios para a educação brasileira, é um modelo de gestão que parte do entendimento de que a organização escolar deve ser menos verticalizada, com a participação efetiva dos vários atores da comunidade escolar – pais, professores, estudantes e funcionários – em todos os aspectos da organização da escola, do planejamento burocrático aos processos pedagógicos. Assim, descentralização, participação e transparência são fundamentais.

Inovação educativa

Dependendo do contexto, inovação pode adquirir vários significados. Para a Fundação Telefônica Vivo, inovar em educação é criar e implementar novas ferramentas, metodologias ou modelos que tornem mais efetiva a aprendizagem e mais eficiente a gestão das escolas. Vale dizer que a inovação pode ou não incluir computadores, aplicativos e internet. Pode ter a ver com conteúdos, práticas ou gestão, ocorrer de baixo para cima, começar com programas do governo ou a partir de iniciativas dentro de uma sala de aula. Confira histórias de brasileiros que estão inovando.

Plano Nacional de Educação (PNE)

Plano que determina diretrizes, metas e estratégias para a política educacional num período de dez anos após a sanção pelo Congresso Nacional, feito dia 25 de junho de 2014. O PNE estabelece 20 metas a serem atingidas que podem ser divididas em três categorias: estruturantes (buscam a universalização do ensino e a ampliação de oportunidades), de equidade (dizem respeito à redução das desigualdades e à valorização da diversidade) e de valorização dos profissionais da educação. Educação IntegralFormação continuada e Gestão democrática fazem parte das metas do PNE. Você pode acompanhar a evolução de cada meta no Observatório do PNE.

Fonte: Fundação Telefônica Vivo

https://bit.ly/2CBp9fx