Home / Notícia / IAT / UPB e UNDIME
FORMAçãO CONTINUADA NO INSTITUTO ANíSIO TEIXEIRA REúNE 180 CIDADES BAIANAS
Publicação: 31/10/2019

A secretária municipal da Educação de Itabuna, professora Nilmecy Gonçalves, esteve reunida, nesta quarta-feira (30) em Salvador, com 85 secretários municipais da Educação (além de técnicos e assessores) para o início de uma Formação Continuada para Gestores, que conta como realizadores e interlocutores a União dos Dirigentes Municipais da Educação / Seccional Bahia (Undime Bahia), a União dos Prefeitos da Bahia (UPB), o Governo do Estado (através da Secretaria da Educação, com o programa “Educar para Transformar”) e o Instituto Anísio Teixeira (IAT), sede do encontro na capital baiana, que contou também com as presenças do secretário de Educação do Estado, professor Jerônimo Rodrigues Souza, do presidente da Undime Bahia, Williams Panfile Santos Brandão e do diretor da UPB, Marcão Cardoso, representando o presidente, Eures Ribeiro. 

Ainda no âmbito da Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME), acompanharam a professora Nilmecy nessa formação, a diretora do Departamento da Educação Básica (DEB/SME), a professora Regiane Cruz; a assessora de Acompanhamento da Gestão Democrática, a professora Hustana Fernandes Santos da Silva Matos; e coordenadora municipal do Programa Novo Mais Educação, professora Shirlene Silva do Nascimento Alves. “A Formação Continuada foi resultado direto de todos os copartícipes e mais as prefeituras participantes que assinaram Termos de Cooperação, tornando possível que secretários municipais de Educação, pesquisadores, autoridades políticas, estudiosos e professores se reúnam num curso que permitirá o compartilhamento de experiências, o aprofundamento de ideias e a adoção de uma agenda positiva de ações mais incisivas que permitam aumentar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), em todo o estado”, destacou a secretária Nilmecy Gonçalves. 

Tratando especificamente do tema “Regime de Colaborações”, os trabalhos tiveram início com a apresentação da Orquestra de Violões de Miguel Calmon. Dada a importância da iniciativa e dos resultados, o secretário estadual de Educação, professor Jerônimo Rodrigues, quebrou o protocolo e convidou ao palco pais dos violonistas, professores e a diretora da Escola Pedro Calmon, mantenedora da iniciativa, compreendendo sua importância numa cidade do interior da Bahia (tanto no âmbito cultural, quanto no âmbito da Educação propriamente dita) e percebendo os resultados como fruto de um trabalho feito em equipe, envolvendo várias mãos, sobretudo das famílias e dos profissionais.  

Sobre a formação continuada, o secretário destacou que “era imprescindível que partisse dos sujeitos que atuam com a Educação em nosso estado que houvesse um mecanismo que permitisse que todos os olhares estivessem direcionados para um mesmo horizonte. Sabemos que cada município tem os seus problemas e suas peculiaridades, mas a resolução desses problemas e a melhoria da qualidade de ensino perpassa por questões que são comuns a todos: gestão de recursos, gestão de pessoas, valorização dos profissionais da educação, estruturação das unidades escolares e o mais importante, que é a valorização dos estudantes como sujeito-ator protagonista de toda essa engrenagem chamada Educação”, disse o secretário, apontando ainda que “é iminente que haja uma integração maior entre a Secretaria da Educação do Estado e as secretarias municipais, tanto quanto se refletiu na quantidade de municípios que procederam a assinatura do Termo de Cooperação”, disse. Ao todo, 180 municípios foram conveniados, sendo que um total de 95 tiveram formação no primeiro dia (29/10), e outros 85, no segundo dia (30/10)”. 

Entre os palestrantes do dia, esteve o professor Paulo Gabriele, que disse que “ao gestor, é fundamental essa capacidade de se armar esse quebra-cabeças de equipe e o professor Jerônimo, dentre outras características, encanta a todos com um trabalho que tem se notabilizado como um grande diferencial na Bahia”, disse, se referindo ao secretário estadual da Educação. 

A professora Nilmecy Gonçalves considerou esse primeiro momento muito positivo, destacando que o caráter contínuo da formação é de fundamental importância. Segundo ela, tudo o que foi debatido e refletido será multiplicado nos municípios baianos, numa troca de informações em rede. A secretária aproveitou ainda a sua estadia em Salvador para contatar, além do próprio secretário de Educação do Estado, outras autoridades estaduais, visando parcerias maiores para projetos da Secretaria Municipal da Educação de Itabuna.

Fonte | Foto: ASCOM SME