Home / Notícia / Reunião Conjunta
UNDIME BAHIA PARTICIPA EM SãO PAULO DE REUNIãO DO TODOS PELA EDUCAçãO
Publicação: 20/02/2019

Nesta terça-feira (19), a UNDIME Seccional Bahia,  junto com as demais representações de outros estados da federação, participou de um encontro com a equipe do Todos pela Educação para integrar as estratégias de como a instituição pode colaborar para a efetivação das ações do #Educação Já, organizadas num documento com recomendações baseadas em diagnósticos detalhados da Educação Básica brasileira, informados por evidências e experiências de sucesso nacionais e internacionais e referenciadas no Plano Nacional de Educação (PNE).

A reunião que aconteceu na sede do Todos pela Educação, em São Paulo, assim como as demais representações das seccionais estaduais da instituição e da presença efetiva de  Alessio Costa Lima, presidente da Undime Nacional e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo (CE).

A acolhida do Todos pela Educação por meio da a presidente-executiva, Priscila Cruz; o diretor de Políticas Educacionais, Olavo Nogueira Filho; e o diretor de Estratégia Política, João Marcelo Borges foi essencial para a discussão colaborativa em torno da educação básica brasileira.

O objetivo principal do encontro era a socializar, para fins de aprofundamento, as propostas do Educação Já, iniciativa suprapartidária que reúne diversos especialistas, movimentos e instituições comprometidos em contribuir para que o governo implemente um conjunto de recomendações que sejam capazes de promover avanços qualitativos na Educação Básica brasileira. Para tanto, o #Educação Já elenca sete medidas prioritárias a partir de três grandes dimensões: fatores intraescolares, viabilizadores em nível de sistema e fatores extraescolares.

Constam nas sete recomendações prioritárias de políticas públicas para o governo federal conduzir um salto de qualidade na Educação Básica:

1.            Reestruturação das regras de governança e melhoria da gestão das redes;

2.            Financiamento mais redistributivo e indutor de qualidade;

3.            Efetivação da Base Nacional Comum Curricular em todas as redes de ensino;

4.            Profissionalização da carreira e formação docente;

5.            Primeira Infância como agenda interesetorial;

6.            Alfabetização em regime de colaboração;

7.            Nova proposta de escola para o Ensino Médio.

Para a representante da Bahia, professora Robélia Aragão, que esteve representado o Dirigente Municipal de Educação de Elísio Medrado, Williams Panfile, Presidente da UNDIME no estado, em decorrência da agenda de trabalho o encontro foi oportuno para evidenciar o quanto o diálogo entre os Dirigentes Municipais de Educação com os Poderes Executivos e Legislativos nas esferas municipais e estaduais devem ser fortalecidos em prol da efetivação de uma Educação Básica com equidade.

Para a Professora Robélia, as redes não podem perder o foco do monitoramento à luz dos Planos de Educação, tendo em vista a busca pelo o atingimento das metas. Para tanto, há de se considerar os desafios referentes: a Educação Infantil no que tange as demandas e ofertas; o processo de alfabetização de pede apoio e acompanhamento contínuo, sem perder de vista a consolidação da aprendizagem dentro do ciclo da Alfabetização dos Anos Iniciais do Ensino Fundamenta – alfabetização até o 2º ano; a reestruturação dos currículos a partir da BNCC; apoio e oferta de cursos de formação continuada aos professores dos anos finais do Ensino Fundamental, tão carente de estudos sobre o processo de aprendizagem dos adolescentes e jovens; a educação especial, haja vista o prosseguimento dos estudos de alunos deficientes, ressaltando que há poucas orientações e fundamentos mínimos para facilitar o acolhimento pedagógico desses alunos, especialmente, nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio; o diálogo que deve ser estreitado entre municípios e estados por conta da oferta do Novo Ensino Médio; outras questões.