Home / Notícia / Representatividade
UNDIME PARTICIPA DA ABERTURA DA CONAE 2018 E FORTALECE AS DISCUSSõES SOBRE A EDUCAçãO
Publicação: 21/10/2018

Começou, na manhã desta quarta-feira (21), em Brasília (DF), a Conferência Nacional de Educação (Conae 2018), evento que materializa a participação da sociedade para a melhoria da Educação do país. 

Ao lado da professora Maria Ester Galvão de Carvalho, coordenadora do Fórum Nacional de Educação (FNE), o Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, deu boas-vindas aos participantes, mencionando o empenho do setor educacional para aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE) e a necessidade de novos investimentos para a melhoria dos índices de aprendizagem atualmente identificados no Brasil.  “Mais do nunca nosso país precisa colocar a educação verdadeiramente como prioridade”.

Em sua fala, o ministro afirmou q embora muitos pontos do Plano tenham sido colocados em execução, a Conae servirá para discutir aspectos essenciais para implementação das prioridades estabelecidas no documento, entre elas a meta 20, que amplia o investimento público em Educação pública. “Não dá para ter metas sem que o financiamento não chegue ao ensino. Temos que buscar mais recursos, mas também apostar em políticas que deem certo, que levem mudanças para as pontas”, frisou.

A abertura oficial da terceira edição do evento aconteceu na sequência, com a presença de representantes de diferentes instâncias dos Poderes Executivos, Legislativo e Judiciários, além de membros de 41 entidades e 36 segmentos educacionais, integrantes do FNE. No palco, a Undime esteve representada pelo Presidente da Instituição e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo/ CE, Alessio Costa Lima.

De acordo com Alessio, a expectativa da Undime é que a Conferência possa reforçar a necessidade de regulamentação do SNE, definindo papeis e fortalecendo o regime de colaboração entre União, Estados e Municípios para execução das metas do Plano. “É o momento de sinalizar o que é prioritário, o que é urgente e o que ainda não aconteceu, trabalhando da perspectiva de como viabilizar, inclusive em termos de financiamento. Precisamos sair cada vez mais fortalecidos em objetividade, buscando deixar muito claro a importância de termos um SNE mais consolidado, onde o regime de colaboração não seja só algo colocado no papel, mas algo concreto”, disse.

Fonte | Foto: UNDIME

>>>>> Veja as fotos do primeiro dia de evento