Home / Experiência / Compartilhando Experiências
FORMAçãO CONTINUADA COMO ESTRATéGIA DE MELHORIA DA QUALIDADE DO ENSINO E APENDIZAGEM
Publicação: 10/07/2017

Santa Inês, município localizado no Vale do Jiquiriçá, a aproximadamente 300 quilômetros de Salvador, tem procurado consolidar um projeto de educação pautado na tríade: melhoria das estruturas físicas escolares, reordenamento da rede e investimentos em formação continuada. Neste sentido, o dirigente de educação, o professor Marcos Paiva, com auxílio de sua equipe, elaborou o PROFOC: Programa de Formação Continuada da Secretaria de Educação de Santa Inês.

O PROFOC foi elaborado com objetivo de sistematizar as demandas de formação continuada da rede pública municipal e abrange não só a formação de professores, como também a dos gestores escolares. Estão previstas ainda encontros de formação junto aos funcionários escolares, visando à melhoria dos trabalhos em educação.
Durante os meses de janeiro e fevereiro, as equipes gestoras escolares participaram do PROFOC, discutindo temas relevantes a gestão escolar, desde conteúdos como gestão financeira, a elaboração do Projeto Político Pedagógico. “Já executamos seis encontros do PROFOC, voltados aos gestores escolares e está previsto mais um encontro com o início do segundo semestre”, afirmar Marcos Paiva.

Já os professores participam dos encontros de formação continuada aos sábados. Os temas selecionados para as formações respeitam duas vertentes: estudos de obras clássicas da educação brasileira e as demandas solicitadas pelos professores, através de um instrumento de levantamento de informações aplicado junto à categoria ainda no processo de transição de ano letivo. Como obra clássica, foi escolhido o livro Escola e Democracia, clássico do professor Demerval Saviani, já entre os temas levantados entre os professores já foram executados até durante o primeiro semestre formações nas áreas de Educação Infantil e Educação Inclusiva, estando previstos mais encontros até o final do ano letivo.

“Investir na qualificação dos profissionais da educação é de suma importância para a melhoria da qualidade dos resultados escolares, atrelando o bom resultado ao desenvolvimento intelectual e crítico dos estudantes”, conclui Marcos Paiva, dirigente de educação de Santa Inês-BA.